A gestão ambiental - coleta e destinação correta de resíduos, saneamento básico, fornecimento de água, limpeza urbana - ainda é uma das grandes carências da infraestrutura brasileira. Ao final de 2013, menos de 30% dos municípios do país tinham elaborado seus Planos de Saneamento Básico, uma condição obrigatória para que, a partir de 2014, as prefeituras recebam verbas federais para o setor. Faltam planejamento, material humano e expertise para sanar esses problemas. A Queiroz Galvão desenvolve diversas atividades nesses segmentos, cruciais para elevar a qualidade de vida de milhões de pessoas e garantir expressivos resultados para o Grupo.

A Vital Engenharia Ambiental, área de negócio da Queiroz Galvão focada na gestão integrada de resíduos sólidos, encerrou 2013 posicionada entre as três maiores empresas nos segmentos de serviços de limpeza pública e de tratamento de resíduos no Brasil. Como grandes realizações do ano, a subsidiária Ecovital, criada para gerenciar a unidade de tratamento de resíduos perigosos (Classe I) situada em Minas Gerais, tornouse operacional. A empresa ainda implantou o Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) de Titara (MA) e iniciou a implantação de outro CTR, em Ipojuca (PE). O investimento nos novos centros se justifica pelo interesse crescente na gestão integrada dos resíduos, modalidade na qual uma única empresa se encarrega de todas as fases do processo: coleta, transporte, processamento e destinação final. Outros três CTRs entrarão em operação até o fim de 2014. A companhia ainda prosseguiu a expansão e a consolidação de sua rede de serviços de limpeza urbana, ao conquistar a concessão na cidade de Foz do Iguaçu (PR) e ao chegar à capital do Rio Grande do Norte, Natal.

A unidade industrial administrada pela Ecovital (sediada na região metropolitana de Belo Horizonte) obteve a licença para operar sua planta de incineração. A instalação é capaz de receber resíduos do tipo Classe I, ou seja, material industrial com alto grau de periculosidade e que, por lei, não pode ser exposto ao meio ambiente. A planta tem capacidade para incinerar duas De seu Centro de Controle de Operações (acima), o consórcio Viapar coordena as operações do Lote 2 do Anel de Integração do sistema viário do estado do Paraná. Um total de 547 km de vias está sob a responsabilidade da concessionária 27 mil toneladas de resíduos sólidos por mês e poderá, em breve, receber também resíduos em estado líquido ou gasoso. Além disso, a Ecovital está capacitada a realizar serviços como análises, consultorias, assessorias e projetos relacionados ao meio ambiente e demais atribuições ligadas à área de engenharia ambiental.